sexta-feira, 23 de setembro de 2016

POR QUE INVESTIR EM SEGURANÇA?


A violência que ocorre no Brasil nunca esteve em níveis tão alarmantes. Com o crescimento da criminalidade, o que antes era luxo se tornou prioridade. Investir em equipamento de segurança vêm aumentando cada vez mais.

Graças a tecnologia, as formas de proteção contra a violência estão crescendo e o que antes era comum de se ver apenas em grandes empresas, hoje estão presentes em residências, condomínios e em todo e qualquer tipo de empresa, independente do porte.

Todos estão convivendo diariamente sob a proteção das câmeras de segurança. Um recurso muito útil, considerando que as grades de proteção dificultam a entrada de ladrões, já as câmeras de segurança inibem a ação. As imagens gravadas podem até ser usadas pela polícia para identificar algum criminoso.

Atualmente, despesas com segurança, como portões eletrônicos, fechaduras digitais, controles de acesso, interfones, cercas elétricas, câmeras de segurança

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Como criar uma máquina virtual com o Hyper-V do Windows 10

Executando o Gerenciador do Hyper-V no Windows 10
Com a tecnologia Hyper-V Manager já está instalada, clique na caixa de busca do Windows 10 e dentro dela digite “hyper”. Quando aparecer o resultado, clique no item “Gerenciador do Hyper-V”;
Executando o Gerenciador do Hyper-V no Windows 10 (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)(Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)










Preparando a rede
Antes de criar a máquina virtual,  é preciso criar um comutador (switch) de rede virtual para que a máquina virtual que você criar, possa acessar a Internet. Para isso, faça o seguinte:

Como Ativar o Hyper-V no Windows 10



Hyper-V é um recurso de máquina virtual embutido no Windows, que foi lançado originalmente como parte do Windows Server 2008. O Hyper-V substitui o Windows Virtual PC como o componente de virtualização de hardware das edições de cliente do Windows, o que obviamente inclui o Windows10. Já o Hyper-V Manager ou Gerenciador do Hyper-V é o aplicativo da Microsoft que permite administrar servidores com a tecnologia Hyper-V. Embora essa tecnologia venha no Windows 10, por padrão ela não está ativada. Felizmente, existe uma maneira de contornar isso e ter o Gerenciador do Hyper-V de volta;


Passo 1. Clique na caixa de busca do Windows 10 e dentro dela digite “recursos do windows”. Quando aparecer o resultado, clique no item “Ativar ou desativar recursos do Windows”;

(Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)


sábado, 7 de maio de 2016

Quase 60% de toda a base de PCs do planeta podem ficar sem atualizar para o Windows 10 gratuitamente.


A Microsoft fez uma postagem em seu blog oficial avisando aos usuários do Windows que ainda não atualizaram para a versão 10 que o prazo para conseguir o SO de graça está acabando. Se você não baixar e instalar a novidade até o dia 29 de julho deste ano, vai ter que pagar R$ 470 depois disso.

Trezentos milhões de dispositivos já estão rodando o Windows 10, mas o Windows 7 ainda é o SO para desktops mais utilizado do mundo. Por conta disso, acredita-se que milhões de pessoas vão perder a chance de ganhar a atualização de graça, uma vez que muitos não querem fazer isso por temer as novas políticas de privacidade.


Em contrapartida, a Microsoft destaca que o Windows 10 é a versão mais segura já lançada pela empresa e que o SO está recebendo os feedbacks mais positivos da história por parte dos usuários.

Quase 60% de toda a base de PCs do planeta podem ficar sem atualizar para o Windows 10 gratuitamente contudo, estima-se que pelo menos 48% de todos os computadores desktop e notebooks do mundo ainda rodem o Windows 7 e 10% permanecem no Windows 8.1. No fim das contas, quase 60% de toda a base de PCs do planeta podem ficar sem atualizar para o Windows 10 gratuitamente.





quarta-feira, 13 de abril de 2016

Como atualizar DVR Intelbras para modo híbrido




01. Formate um pen drive no padrão FAT32 em um computador. Certifique-se que não existe nenhum arquivo no dispositivo;


02. Faça o download do arquivo “Atualização de firmware – XXXXX*” no site www.intelbras.com.br;



03. Descompacte todos os arquivos que estão dentro da pasta passo 1 no diretório raiz do pen drive;



04. Com o DVR ligado, acesse o menu “Menu Principal>Info>Versão”;



05. Conecte o pen drive em qualquer uma das entradas USB do DVR e clique em “Iniciar”. Não remova o dispositivo durante o processo;



06. Aguarde até finalizar o processo de atualização. Não remova o pen drive durante a atualização do equipamento;

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Drone descontrolado quebra janela e acerta a cabeça de um homem aleatório


Drone



Mais um dia, mais um acidente com drones, desta vez na África do Sul. O caso da vez aconteceu nesta quinta-feira (07), quando o designer de interfaces David Perel foi atingido na cabeça depois que um objeto voador, controlado por um piloto ainda sem experiência, atravessou a janela de seu escritório. Felizmente, ninguém ficou ferido. As imagens capturadas pela GoPro que estava presa ao drone, entretanto, mostram o momento do acidente, quanto o robô entra pela janela, aparentemente de ré, e acaba atingindo Perel. Apenas a voz dele pode ser ouvida, enquanto vemos os cacos de vidro sobre a mesa. Seus computadores e equipamentos de trabalho também não foram destruídos. O modelo Phantom II, da DJI, foi recolhido pelo dono logo depois do incidente. Antes disso, porém, Perel retirou o cartão de memória da câmera e copiou as imagens do acidente, que mais tarde foram editadas e colocadas no YouTube. 

De resultado, além da lembrança e da janela quebrada, ficou uma dor de cabeça leve e o susto, já que, de acordo com ele, o momento da colisão foi como se uma explosão tivesse acontecido em sua mesa. 


terça-feira, 5 de abril de 2016

XiaomiEm teste, Xiaomi Mi 5 sai ileso após ser "torturado" por serrote e furadeira

fonte da imagem: www.canaltech.com.br


Colocar os smartphones mais potentes do mercado em provas de resistência não é novidade, mas você certamente não viu o teste a seguir feito com o Xiaomi Mi 5. Anunciado em fevereiro durante o Mobile World Congress (MWC), o novo celular da fabricante chinesa passou por uma verdadeira prova de fogo ao ser submetido a alguns experimentos nada convencionais. Entre eles ser arranhado por facas, objetos usados em construções, serrote e até por uma furadeira. E mesmo que o vídeo pareça ter sido gravado de forma ensaiada, o aparelho saiu intacto, sem um arranhão sequer. 

De acordo com a Xiaomi, essa resistência fora de série se dá por conta do material utilizado na fabricação do componente. Trata-se de um acabamento batizado de "cerâmica 3D" que, além de dar mais elegância ao design do dispositivo, oferece mais durabilidade. Até ser implantado no telefone, o componente passa por um processo de 16 fases até chegar em sua composição final, e custa 75% mais caro que outras versões do Mi 5 sem corpo de cerâmica. O vídeo foi conduzido pelo usuário Alex Wang, do YouTube. Assista:




O Xiaomi Mi 5 possui tela Full HD de 5,15 polegadas, processador Snapdragon 820 quad-core SoC de 64-bit, GPU Adreno 530, 4 GB de memória RAM e 128 GB

quarta-feira, 30 de março de 2016

O fim das câmeras de segurança com tecnologia CCD


Câmera CFTV

Evolução e Declínio da Tecnologia CCD em sistemas de CFTV

Por muito tempo o conceito de que os sensores de imagem CCD forneciam melhor qualidade de imagem e melhor desempenho em condições de baixa iluminação foi uma verdade inabalável e consenso do mercado de segurança eletrônica.
No início dos anos 2000 esta diferença de qualidade era tão grande os sensores CMOS eram utilizados somente em Webcams de computadores e celulares de baixo custo. Nesse período a utilização de câmeras de segurança com sensores CMOS, apesar de apresentar custos mais baixos, levavam a resultados e desempenho de péssima qualidade, principalmente em condições noturnas e locais com baixa iluminação.
Mas nos últimos anos está verdade absoluta caiu por terra, e os grandes desenvolvimento e avanços obtidos com os sensores de imagem com tecnologia CMOS, alavancados pela evolução dos smartphones e câmeras digitais, possibilitaram alcançar e ultrapassar amplamente o desempenho dos sensores CCD em termos de resolução, qualidade de imagem e sensibilidade.
O fato é que os sensores de imagem com tecnologia CMOS ultrapassaram a alguns anos a qualidade e custo-benefício dos sensores CCD. Dessa forma, atualmente a grande maioria dos grandes fabricantes de equipamentos de segurança optou por utilizar sensores de imagem com tecnologia CMOS e suas variantes.

domingo, 27 de março de 2016

Vírus substitui Chrome por navegador infectado


Vívurs substitui Chrome
Um novo vírus que vem se espalhando pela Internet substitui o Chrome por um navegador infectado. Chamado de eFast Browser, ele é baixado durante a instalação de outros programas e substitui os atalhos do Chrome do computador.

Como o malware usa o código aberto Chromium, do Google, que também serve de base para o browser da empresa, ele tem o visual bastante parecido com o do Chrome, o que confunde alguns dos usuários, que podem clicar no atalho sem perceber. Quando isso acontece, muitas propagandas indesejadas começam a aparecer para a vítima.

Conexão brasileira é uma das mais lentas do continente, mostra pesquisa



Um relatório produzido pela consultoria norte-americana Akamai mostra o que muitos internautas brasileiros já desconfiavam: a lentidão das conexões à internet no Brasil é preocupante. O país é apenas o sétimo colocado na lista que avalia a velocidade média de internet na América do Sul. Os números foram registrados durante 2015.

O levantamento mostra que a conexão brasileira atinge uma velocidade média de 4,1 Mbps, contra 6,2 Mbps do Uruguai, líder no continente. Os outros vizinhos sul-americanos na frente do Brasil são: Chile (6,1 Mbps), Argentina (4,7 Mbps), Peru (4,5 Mbps), Colômbia (4,5 Mbps) e Equador (4,4 Mbps). Por sua vez, a Bolívia apresenta velocidade de 2 Mbps, enquanto Venezuela e Paraguai têm média de apenas 1,6 Mbps.

quinta-feira, 24 de março de 2016

Google convida usuários para tour virtual por um de seus data centers


Data centers Google


Já imaginou conhecer o Centro de Processamento de Dados do Google? Acredite se quiser, a gigante resolveu proporcionar essa experiência, mesmo que virtualmente, aos seus usuários. No tour 360º é possível conhecer um de seus data centers, localizado em Oregon,Estados Unidos. O passeio mostra toda a estrutura do misterioso armazenamento em nuvem, deixando claro que é necessária uma enorme infraestrutura física para que isso seja possível.  Guiado por Sandeep, um dos desenvolvedores da plataforma do Google Cloud, o tour mostra locais de difícil acesso no data center, mesmo para a maioria dos funcionários, demonstrando toda a segurança e conectividade envolvidas no armazenamento de dados de seus usuários.  Ainda sobre a garantia de segurança, Sandeep mostra como discos rígidos que apresentam falhas são destruídos ou reciclados, para que os dados dos usuários não possam ser acessados. Sobre reciclagem, no tour também é mostrada a preocupação da empresa com a sustentabilidade, apresentando ao público o processo de resfriamento dos servidores.

Ficou curioso? Assista ao tour, sem sair de casa, a seguir:






Fonte: http://canaltech.com.br/noticia/empresas-tech/google-possibilita-que-usuarios-facam-tour-virtual-por-um-de-seus-data-centers-60583/

www.perfecci.com.br



Conheça o IKLIPS: O pen drive para dispositivos IOS


As maravilhas das tecnologias modernos ainda trazem algumas coisas chatas de vez em quando, app normalmente elas são limitações frustrantes de espaço físicos nos nossos celulares e tablets. Claro, a nuvem ajuda, mas ainda não substitui por completo uma mídia física.


Agora nós poderemos expandir a capacidade dos dispositivos iOS e facilmente transportar esses dados entre os aparelhos usando o pen drive da iKlips. Este dispositivo adicionará entre 32GB e 128GB de memória extra para os gadgets quando plugado na porta de energia.

Pen drive


O pen drive chega ao mercado pelo preço de U$65. Ele oferece uma porta USB 3.0 de um lado e um conector para a porta de carregamento do outro. Para permitir que os arquivos sejam usados no dispositivo iOS, simplesmente plugue o pen drive no seu PC ou Mac e comece a transferir os arquivos. O gadget oferece o formato exFAT, o que significa que ele pode suportar arquivos maiores que 4GB.